Estes são elementos basilares de nossa busca e prática espiritual. Toda pessoa que pretende seguir a religião céltica deverá considerar uma profunda reflexão sobre cadas um destes preceitos, inserindo-os em suas vidas.


Para saber mais

Se quiser compreender mais profundamente , considere adquirir o livro “Sete Preceitos”, da série “Vivendo a religião Celta”, escrito pelo sacerdote Nathair Dorchadas, pela editora Dólmen.

A série de livros “Vivendo a religião Celta”, criada por Nathair Dorchadas, tem como objetivo auxiliar pessoas interessadas na religião Celta e que estejam dando seus primeiros passos neste caminho. Os títulos se organizam em temas basilares, fundamentais para o entendimento e vivência das práticas célticas.

Uma abordagem simples, direta e que visa te guiar em jornadas espirituais importantes.

Os sete preceitos

Refugiar-se na Comunidade

Refugiar-se na comunidade significa buscar por auxílio e orientação quando as situações se colocarem em sua vida, seja através do Fulcro ou outra pessoa mais experiente que possa lhe auxiliar. É também estar à disposição daquelas pessoas que junte de você constroem e mantém a Cumman.

Devoção sincera

Devotar-se às Três Famílias (divindades, espíritos e antepassados) e ás práticas religiosas e espirituais de nossa religião são parte crucial do seu desenvolvimento.

Manter acesas as quatro chamas comunitárias

As Quatro Chamas Comunitárias, ou os Quatro Festivais Celtas do Fogo são práticas anuais que fazemos, perfazendo quatro momentos especiais na nossa vida e rotina espiritual. São elas:

Samhain| Imbolc| Beltane| Lughnasadh

Praticar o Cróva

Cróva é o trabalho devocional que mantém a Cumman e a Cruinneachadh vivas e em movimento. É todo e qualquer trabalho, espiritual ou não, que seja demandado pela comunidade. É através dele que vivemos oportunidades diferentes de aprender e cooperar para um mundo melhor e mais saudável.

Ter Serenidade com os seus, honra com a comunidade e sabedoria consigo.

Serenidade, honra e sabedoria é nossa tríade máxima, são as forças que pautam nossa consciência. Para uma maior compreensão deles é necessário uma jornada já iniciada em nossa religião.

Manter a memória das Três Famílias

As Três Famílias são o conjunto de seres de nossa religião e engloba:

Divindades | Espíritos | Antepassados

A manutenção da memória delas se dá através de práticas ritualísticas, domésticas e comunitárias.

Integrar vida e espiritualidade

Não cremos ser possível estar em uma religião sem estar inteiramente imerso nela. Somente com a completa integração de todas as camadas de sua vida com o mundo espiritual é que terá acesso aos benefícios e recompensas disponíveis para o caminho pleno.

Social Share Buttons and Icons powered by Ultimatelysocial